Área: Eletrofisiologia

Paciente:
masculino, 76 anos.

Antecedentes Pessoais: Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS), dislipidemia e infarto agudo do miocárdio em 2009. Faz uso de AAS 100mg/ dia, Losartana 50mg 12/12h, Atorvastatina 20mg/dia e Atenolol 25mg/ dia.

Quadro clínico: Apresentava queixa de tonturas ocasionais e dois episódios de síncope, sendo o último imediatamente antes da internação.

Eletrocardiograma (ECG) revelou bloqueio átrio-ventricular total com FC = 32 bpm.

Foi realizado cateterismo cardíaco que evidenciou lesão obstrutiva em terço distal da coronária direita, com outras artérias sem lesões obstrutivas (cateterismo idêntico ao de 2009).

Mesmo após três dias da suspensão do Atenolol, o paciente continuava dependente de marcapasso cardíaco provisório, sendo indicado o implante de marcapasso definitivo

Foi realizado implante de marcapasso bicameral através de dissecção da veia cefálica sem intercorrências. O paciente segue em avaliação do marcapasso definitivo em computador específico, o qual se encontra em funcionamento normal.

Operador:
Dr. Luiz Otávio Lopes Abrantes