Área: Cardiologia Intervencionista

Paciente: feminino, 80 anos

Antecedentes Pessoais: Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS)

Quadro Clínico: Síndrome coronariana aguda sem supra de ST.

Eletrocardiograma (ECG) evidenciou isquemia inferior, enzimas cardíacas elevadas, ecocardiograma com boa função ventricular e discreta hipocinesia ínfero basal.

A paciente foi submetida a uma estratificação invasiva com cinecoronariografia que evidenciou lesão severa e calcificada em óstio da coronária direita. Foi submetida então a uma angioplastia coronária precedida de aterectomia rotacional.

Foi realizado implante de marcapasso provisório, introduzida corda-guia Rotawire e submetida a uma aterectomia rotacional – Rotablator – com burrs de 1,5 mm e 1,75 mm. (Fig. 3-1, Fig. 3-2, Fig. 3-3, Fig. 3-4)


Fig. 3-1


Fig. 3-2


Fig. 3-3


Fig. 3-4

Sequencialmente, foi realizado o implante de stent Xience 3,5 x 15 mm (Fig. 3-5) e feita pós-dilatação com cateter balão 4,0 x 12 mm na porção proximal do stent. (Fig. 3-6)


Fig 3-5


Fig. 3-6

Aspecto final do procedimento com eliminação da lesão estenótica e fluxo TIMI III. (Fig. 3-7)


Fig. 3-7

Operador: Dr. Luiz Cláudio Mendes Carvalho