Área: Cardiologia Intervencionista

Paciente: masculino, 71 anos

Antecedentes Pessoais: Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS), diabetes mellitus não-insulino-dependente (DMNID), angioplastia coronária com balão para artérias descendente anterior e ramo diagonal, angioplastia com stent para coronária direita e marginal da circunflexa em 2006.

Quadro Clínico:
Cansaço aos médios esforços.

Teste ergométrico positivo para isquemia. Ecocardiograma (ECG): discreto déficit apical.

O paciente foi submetido a uma cinecoronariografia que evidenciou lesão moderada em terço proximal da descendente anterior (local de prévia angioplastia); ramo diagonal ocluído; marginal da circunflexa ocluída (trombose de prévio stent); e lesão moderada intra-stent da coronária direita.

Diante dos achados, o médico assistente indicou revascularização miocárdica cirúrgica, porém paciente e familiares recusaram. Procurou segunda opinião, sendo indicada angioplastia com stents farmacológicos para artérias descendente anterior e coronária direita.

Reencaminhado ao Serviço de Hemodinâmica do ISH, foi indicada a realização de avaliação funcional das lesões através de FFR. Cateterizada coronária direita e realizada avaliação com FFR. (Fig. 6-1, Fig. 6-2, Fig. 6-3, Fig. 6-4)


Fig. 6-1


Fig. 6-2


Fig. 6-3


Fig. 6-4

Diante dos achados, não foi abordada a coronária direita. Sequencialmente, foi caracterizada a coronária esquerda e realizada avaliação com FFR da lesão da descendente anterior. (Fig. 6-5, Fig. 6-6)


Fig. 6-5


Fig. 6-6

Foi realizada angioplastia coronária com stent farmacológico Xience 3,0 x 23 mm no terço proximal da descendente anterior (Fig. 6-7, Fig. 6-8) e nova avaliação com FFR (Fig. 6-9), evidenciando excelente resultado final.


Fig. 6-7


Fig. 6-8


Fig. 6.9


Operador:
Dr. Luiz Cláudio Mendes Carvalho